Procurar
Close this search box.
Taís Araújo no The Masked Singer (Foto: Reprodução)
Taís Araújo no The Masked Singer (Foto: Reprodução)

Deu ruim!

‘The Masked Singer’: Taís Araújo é internada com dores e afastada do programa

Atriz não será substituída, confirma assessoria

Taís Araujo, integrante do júri do The Masked Singer Brasil 4, ausentou-se das primeiras gravações da temporada devido a uma internação por conta de dores nas costas. A atriz e apresentadora chegou ao Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, na última segunda-feira (8), e recebeu alta médica na quarta-feira (10).

A assessoria de comunicação da Globo comunicou ao portal ‘Notícias da TV’ que Taís Araujo estará ausente nos três primeiros episódios da quarta temporada do reality show e não será substituída por outro membro. A atriz e apresentadora está programada para retornar ao trabalho na próxima semana.

Dessa forma, a primeira participação da atriz está agendada para o episódio especial de Carnaval, que será transmitido em 11 de fevereiro. A ausência de Taís não comprometerá o programa, uma vez que é habitual a presença de convidados especiais na bancada de “adivinhadores”, além dos jurados fixos.

Em declaração ao F5, a assessoria de imprensa de Taís Araújo tranquilizou que a artista seguirá com o tratamento em sua casa: “Taís Araujo deu entrada no Hospital Sírio-Libanês após sentir dores na coluna. A atriz já recebe alta hospitalar nesta quarta-feira, dia 10 de janeiro, para seguir em tratamento domiciliar”.

“O diagnóstico das equipes dos doutores Roberto Kalil Filho e Francisco Sampaio Júnior para a causa das dores detectou uma hérnia de disco lombar aguda e, para o tratamento, a atriz foi submetida a um procedimento minimamente invasivo”, completou a nota.

O The Masked Singer Brasil 4 tem estreia marcada para o dia 21 de janeiro.

Mais lidas

plugins premium WordPress
BBB24: Lista completa dos participantes confirmados BTS: Confira 7 filmes indicados pelos idols Conheça 6 galãs de doramas para se apaixonar BTS: Quem serão os primeiros e os últimos membros a deixar o exército?