Procurar
Close this search box.
Deputada Júlia Zanatta (Foto: Reprodução)
Deputada Júlia Zanatta (Foto: Reprodução)

Deu ruim!

Deputada bolsonarista publica foto com arma e sugere tiros em Lula

Parlamentar é acusada de ameaças ao presidente

A parlamentar Júlia Zanatta (PL-SC) publicou em suas redes sociais uma foto na qual está segurando uma metralhadora e usando uma camiseta que apresenta a imagem de uma mão com quatro dedos atingidos por três disparos, juntamente com ilustrações de armas de fogo e a frase “come and take it” (“venha pegar”), que faz referência ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva e à política de desarmamento adotada pelo novo governo.

No post, a deputada também declarou que não pode “baixar a guarda” e enfatizou a importância de “lutar para garantir o que já está na lei”. A publicação de Zanatta ocorreu na sexta-feira, 17 de março, e provocou reações divergentes entre os internautas. Enquanto alguns apoiaram a manifestação e elogiaram a camiseta, outros acusaram a deputada de ameaçar o presidente da República e promover discurso de ódio.

Na noite de sábado, 18 de março, a presidente do Partido dos Trabalhadores (PT), Gleisi Hoffmann, reagiu à publicação da deputada Júlia Zanatta. Em sua rede social, a petista afirmou que a postagem demonstra um “comportamento nazista” da parlamentar de Santa Catarina, com a promoção da violência contra o ex-presidente Lula. Hoffmann ainda destacou que é a sociedade brasileira e suas instituições que não podem baixar a guarda “com quem insiste incitar a violência e semear o ódio”, e disse que o partido está analisando medidas contra a atitude da deputada.

Em resposta à publicação de Gleisi, a deputada catarinense questionou suas afirmações e acusou a petista de censura e quebra de decoro. Zanatta disse: “A senhora está chamando uma colega deputada de nazista? Vamos ver quem vai para o Conselho de Ética agora”.

Mais lidas

plugins premium WordPress