Procurar
Close this search box.
Pele exige atenção em altas temperaturas (Foto: Reprodução)
Pele exige atenção em altas temperaturas (Foto: Reprodução)

Saiba mais!

Aquecimento Global e sua pele: Mitos e verdades sobre a Proteção Solar

Saiba no que acreditar e confira dicas para cuidar da sua pele

O aquecimento global não só altera o clima do planeta, mas também tem um impacto direto na saúde da nossa pele. Com a crescente preocupação sobre os efeitos do sol e a necessidade de proteção, muitos mitos e verdades surgiram em torno da relação entre o aquecimento global e a eficácia da proteção solar.

SIGA O FEED NO INSTAGRAM

Vamos conferir alguns desses pontos para entender como proteger adequadamente a pele nesses tempos de mudanças climáticas?

Verdades:
  1. Aumento da intensidade dos raios solares: Com o aquecimento global, há evidências de um aumento na intensidade dos raios solares, tornando-os potencialmente mais prejudiciais para a pele humana.
  2. Maior risco de danos à pele: O aumento da temperatura e das condições climáticas extremas pode levar a exposições solares mais prolongadas e intensas, aumentando o risco de queimaduras solares, envelhecimento precoce e até câncer de pele.
  3. Necessidade de reaplicação frequente: Devido à intensificação dos raios UV, a necessidade de reaplicar o protetor solar com frequência é crucial. A exposição prolongada ao sol pode diminuir a eficácia do protetor ao longo do tempo, aumentando os riscos para a pele.
Mitos:
  1. Proteção Solar é sempre suficiente: Embora a proteção solar seja essencial, acreditar que apenas o uso de protetor solar é suficiente em um cenário de aquecimento global é um equívoco. Medidas adicionais, como evitar a exposição direta ao sol em horários de pico e usar roupas de proteção, são igualmente importantes.
  2. Todos os protetores solares oferecem a mesma proteção: Nem todos os protetores solares são iguais. Alguns oferecem proteção de amplo espectro, protegendo contra raios UVA e UVB, enquanto outros podem ter eficácia limitada. Escolher o produto certo, com um FPS adequado e fórmula de amplo espectro, é fundamental.
  3. Sombra oferece proteção total: Estar na sombra não significa proteção completa. Os raios solares podem refletir em superfícies como areia, água e concreto, atingindo indiretamente a pele. A proteção solar ainda é necessária mesmo à sombra.
  4. O sol é menos perigoso em dias nublados: Mesmo com nuvens, os raios UV podem penetrar e causar danos à pele. Cerca de 80% dos raios UV conseguem atravessar nuvens, tornando a proteção solar essencial mesmo em dias nublados.
Como proteger sua pele:
  1. Escolha do protetor solar adequado: Opte por protetores solares com FPS 30 ou superior e que ofereçam proteção de amplo espectro. Reaplique a cada duas horas, especialmente se estiver suando ou nadando.
  2. Roupas de proteção: Use roupas leves, mas que cubram bem o corpo, além de óculos de sol e chapéus de abas largas para proteger o rosto, pescoço e orelhas.
  3. Evite exposição em horários de pico: Procure evitar a exposição direta ao sol entre as 10h e 16h, quando os raios UV são mais intensos.
  4. Hidratação: Mantenha-se hidratado, pois o calor excessivo pode levar à desidratação, afetando indiretamente a saúde da pele.

Mais lidas

plugins premium WordPress
Confira uma lista de k-dramas BL (Boy’s Love) C-Dramas: Conheça uma lista de ‘doramas chineses’ Conheça os k-dramas que chegam a Netflix em novembro de 2023 Conheça os k-dramas que chegam a Netflix em dezembro de 2023