Procurar
Close this search box.
Tom Payne como Jesus em The Walking Dead (Foto: Reprodução)

Tom Payne como Jesus em The Walking Dead (Foto: Reprodução)

Filmes & Séries

Falou mesmo!

Ator de The Walking Dead revela decepção com a série

Tom Payne relata quebra de expectativa

Em 2022, The Walking Dead encerrou sua exibição após a conclusão de 11 temporadas e 177 episódios. Durante sua trajetória, a série de zumbis apresentou personagens memoráveis, como Jesus, interpretado por Tom Payne. No entanto, em uma entrevista recente, o ator revelou ter ficado decepcionado com a produção.

Jesus é apresentado na sexta temporada de The Walking Dead como um especialista em artes marciais de Hilltop e rapidamente se torna um dos principais aliados de Rick Grimes, principalmente durante o conflito com Negan. Embora nas HQs de The Walking Dead Jesus seja um personagem fundamental, na série ele acaba sendo subutilizado e não recebe o destaque merecido.

Tom Payne passou por uma longa e intensa preparação para desenvolver as habilidades de Jesus, e por isso, sentiu-se “decepcionado” com a forma como a trama de seu personagem foi conduzida. O ator abordou o assunto na mais recente edição do Fandemic Dead, um evento exclusivo para os fãs de The Walking Dead.

“Essa foi a minha frustração. Nas convenções e eventos de fãs, todo mundo chegava para dizer que o personagem das HQs era muito legal, e que mal podiam esperar para vê-lo fazendo aquelas coisas (dos quadrinhos) na série. E no final das contas, nenhuma dessas coisas aconteceu”, relatou o ator.

Tom Payne solicitou a morte de seu personagem em The Walking Dead devido à diminuição de sua importância na trama. “Para ser sincero, eu já estava pronto para ir embora. Fiquei decepcionado por ele (Jesus) não ter enfrentado o Negan, ou por ele e Aaron não serem os responsáveis pela queda do Beta”, finalizou o ator.

Um dos arcos mais significativos de Jesus nas HQs de The Walking Dead é “All Out War”, o que também foi uma grande decepção para Tom Payne. Nesse arco, Jesus estrela uma das cenas mais icônicas da HQ, interceptando uma granada no ar e a jogando de volta para os Salvadores.

“Nós não recebíamos os roteiros com antecedência, e por isso, li todas as HQs para me preparar. E eu fiquei tipo: ‘Cara, isso é tão legal! Olhe para tudo isso que ele vai fazer na All Out War’… e nada disso aconteceu”, explicou Tom.

Mais lidas

plugins premium WordPress