Procurar
Close this search box.
Susana Vieira ( Foto:Instagram)
Susana Vieira ( Foto:Instagram)

Preocupada

Susana Vieira revela diagnóstico de leucemia incurável e como vive com a doença

Veja qual é o diagnóstico das doenças incuráveis, entenda como elas funcionam no corpo humano e o que Susana Viera disse sobre

Aos 81 anos de idade, a atriz Susana Vieira revela como consegue lidar com o seu diagnóstico de doenças incuráveis.

Em 2018, Susana precisou ficar 10 dias internada em um centro de tratamento intensivo ( CTI ), por conta da descoberta de uma Leucemia incurável. Em entrevista ao programa Fantástico, a atriz contou como lida com esta doença que não possui cura.

“Eu tenho Leucemia Linfocítica Crônica que é uma doença que não tem cura e não adianta fazer transplante de medula”

Em certo momento, Susana revelou possuir outra doença que não tem cura. Veja sua falas;

“Eu tenho uma outra doença de sangue que chama Anemia Hemolítica Autoimune. É óbvio que, à medida que você vai ficando com mais idade, você fica preocupada”, lamentou Susana.

A anemia hemolítica autoimune (AHAI) é uma doença que se caracteriza pela destruição de glóbulos vermelhos causada pelos próprios anticorpos do organismo, os chamados “autoanticorpos”. Os principais sintomas da anemia hemolítica são a dispneia (dificuldade de respirar), palpitações, fadiga, dor de cabeça, palidez e icterícia. O tratamento desta doença é feito a partir de corticoides.

Já a Leucemia Linfocítica Crônica é um tipo de câncer em que as células chamadas linfócitos B são afetadas. Elas passam a se reproduzir aceleradamente e perdem sua função, que é de proteger o organismo contra infecções e outros inimigos da saúde, e consequentemente os pacientes ficam sujeitos a sofrer com ataques de vírus e bactérias severas com mãos facilidade. Seus sintomas costumam ser a febre, cansaço extremo, infecções recorrentes e anemia. Seu tratamento funciona a partir da Quimioimunoterapia, terapia direcionada e, às vezes, radioterapia.

No fim da entrevista, Susana Vieira desabafou sobre como se sente após os diagnósticos. “Essa doença parece que foi Deus que me deixou em paz ou eu estou mais em paz, talvez. Elas estão em remissão”.

Mais lidas

plugins premium WordPress