Juliana usou suas redes sociais para falar sobre polêmica com seus fãs
Juliana usou suas redes sociais para falar sobre polêmica com seus fãs

Não gostou!

Juliana Paes detona vídeo onde Dalai Lama beija criança: ‘Nojento’

Famosa falou sobre idolatria e a adoração à líderes

Nesta última segunda-feira (10), Juliana Paes usou suas redes sociais para falar sobre a polêmica envolvendo Dalai Lama. A atriz fez um longo desabafo em seu perfil no Instagram e refletiu sobre idolatria.

A atriz ressaltou que a idolatria e a adoração à líderes é perigosa, independentemente do que eles pregam. A palavra é: idolatria. O culto a um ídolo. Ídolo, por sua vez, é uma figura venerada, objeto de adoração. Ou uma ideia falsa, uma ilusão. A idolatria, o endeusamento dos homens, é sempre uma coisa perigosa. Independentemente do que eles pregam. Hoje a rede foi inundada com vídeos de um desses ídolos abusando de uma criança, sem qualquer pudor”, escreveu ela.

Segunda Juliana, o caso de abuso envolvendo o líder religioso é mais um exemplo de um “grande líder religioso” usando seu poder e influência para satisfazer seus desejos mais sórdidos. A atriz acrescentou que não consegue entender a tentativa de “um pedido de desculpas” após a gravidade do ocorrido.

“Porque, pra isso, não tem desculpas. Não tem frase de efeito nem falsa bondade que apague esse ato nojento! Não vou compartilhar as imagens. O menino deve ter sua imagem preservada”. A atriz finalizou dizendo que este episódio é uma lembrança de que devemos ter fé e confiar, mas nunca entregar nossa alma a alguém, já que a história mostra que muitos líderes religiosos se revelaram o oposto do que pregavam.

“Poderíamos fazer uma lista de personalidades, das mais variadas denominações religiosas, que com o tempo se revelaram o oposto do que pregavam. Esse episódio terrível nos lembra de que devemos ter nossa fé, podemos depositar nossa confiança, mas jamais entregar a nossa alma a alguém”.

plugins premium WordPress